Sobre ser mulher...


Ser mulher é reinventar-se, readaptar-se e estar em constante equilíbrio entre aprender a cuidar de si e, saber dar-se aos outros.


É ser frágil e encontrar nessa fragilidade, a força para vencer contra as expectativas, pressões e "repreensões", de todos os que estão à sua volta. É aprender a ouvir o seu instinto, saber ler o seu corpo, os seus humores e os estados de espíritos, que num só dia, são os espectros todos do arco-íris.


É muitas vezes assumir, que não é feliz a vestir a capa dos paradigmas que a sociedade criou para ela. É sentir-se não compreendida, não aceite, não incluída, não valorizada e ainda assim, amar-se só, por ser quem é.

É descobrir que ser mulher, é mais do que ser a profissional, a dona de casa, a companheira/namorada, a mãe, a filha, a amiga...


É também só SER.


Sentir-se dona da sua vida, da sua vontade e das suas escolhas, sejam elas quais as que entender, que a fazem feliz.É também, aprender a conviver com esteriótipos onde ela não encaixa, ou ideiais fixos do que ela deveria querer/ ter/ ser.E é saber, no meio disto e de muito mais, sorrir, ter para si e devolver:

- Tudo isso, não me faz mais mulher do que eu já sou!As mulheres não precisam de validar as ideias que os outros têm, sobre o que é ser uma mulher.


Às mulheres, basta sê-lo.




18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo